• Brazilian Ghost

O que significa mixagem e masterização?

No processo completo da produção musical existem várias etapas.

Desde os primeiros detalhes da parte criativa, esboçando uma idéia inicial, definindo o tema da música e o caminho a ser percorrido, e até os ajustes finais mais bem estruturados, também conhecidos como mixagem e masterização.


Basicamente, uma música é composta por diversos elementos e instrumentos musicais, sejam eles físicos (gravados em estúdio) ou emulados no software de produção (DAW).


Estes componentes precisam conversar em harmonia, criando um sentido para a música em todos os seus aspectos.



Mixagem


A mixagem de áudio - ou apenas mix - é a parte da pós-produção na qual estes instrumentos da música são unidos, nivelados e equilibrados, ou seja, é a organização de tudo isso.


Seu principal objetivo é obter um equilíbrio entre o volume e timbre de todos os instrumentos, de forma que cada um possa ser ouvido claramente.

Na mixagem temos todos os canais da música à disposição:


-Kick,

-Bass,

-Clap,

-Hats,

-Sintetizadores,

-Efeitos,

-Etc.


e conseguimos controlar de maneira completa todos os parâmetros de cada um destes canais, separadamente.


Os canais de áudio contendo estes elementos são “misturados” através de vários processos, incluindo alguns efeitos sonoros como equalização, compressão, delay, chorus e reverb.


Estes canais de áudio são chamados de STEMS.


O objetivo principal da mixagem é trazer o melhor posicionamento dos elementos para sua música através desses ajustes.

É muito comum criar um novo projeto para mixagem e, posteriormente, outro projeto para a masterização, com os stems exportados já processados.

Vale ressaltar que não existe uma quantidade certa ou errada de canais de áudio com os quais você trabalha, o importante é chegar no resultado final desejado.


A mixagem é uma das principais ferramentas que fornecem todo o controle sobre a sua percepção artística e criativa, e através dela você consegue elevar o nível da sua música.


Muitos produtores acreditam que a masterização vai fazer a sua música soar melhor, mas o que precisa ser ajustado e bem equilibrado, normalmente, está na mixagem.



Masterização


A masterização é o processo final da produção musical, responsável por gerar o formato final da música.


O propósito da masterização é balancear os elementos em uma mixagem e otimizar a reprodução da música em todo tipo de sistema de som e formatos de mídia.


Este processo geralmente é finalizado utilizando ferramentas como equalização, compressão, limiter (segurando o volume) e stereo enhancement (espalhando o som no campo estéreo).


Assim como vários tópicos relacionados à produção musical, a masterização é um assunto complexo e interminável, pois trata-se de uma busca constante da melhoria da qualidade musical.


É como se a masterização fosse a cola, o verniz e o polimento que deixa tudo impecável.


Por exemplo:

Imagine que sua música está soando muito bem nos seus monitores de áudio, que são especializados para produção musical.


Quando você ouve ela em um headphone profissional, talvez a perspectiva seja um pouco diferente e você consegue perceber detalhes mais específicos a serem ajustados.


Mas aí, você coloca a sua música para tocar no som da sala de estar, no carro ou até mesmo em seu smartphone.


Provavelmente a sua música vai soar bem diferente em cada um desses dispositivos, cada um com a sua peculiaridade.


A masterização é justamente a ferramenta que vai trazer mais uniformidade e consistência em relação a qualidade reproduzida em diferentes dispositivos, garantindo que o áudio irá soar o melhor possível em todas as plataformas.


A masterização cria um feeling claro e coeso através de todo o áudio, independente do dispositivo pelo qual a música está sendo reproduzida.



CURIOSIDADE: A masterização pode ser diferente para cada finalidade. Antigamente, a música era lançada através de mídias diferentes como o disco de vinil, a fita cassette e o CD. Hoje, podemos adicionar o streaming para a lista.



E qual a diferença entre mixagem e masterização?


Os dois processos compartilham as mesmas técnicas e ferramentas, portanto, são facilmente confundidas.

Na mixagem, juntamos todas as partes individuais da música (canais de áudio), colocando-as em seus devidos lugares, como se estivéssemos montando um quebra-cabeça e cada peça precisa ter medidas específicas para serem encaixadas.


Na masterização, fazemos a música soar completa, uniforme e balanceada, preparando-a 100% para o seu consumo final, seja em um sistema de som profissional de uma festa ou em uma caixa de som portátil.


Mas o melhor jeito de entender mesmo o que é a mixagem e a masterização é ouvindo alguns exemplos para sentir claramente as diferenças:



1. Track Original - Sem MIX e Sem MASTER

Música "crua", sem tratamento especial e sem nenhum dos dois processos finais.




2. Track com Somente MIX

Música já ajustada no processo da mixagem, porém ainda sem passar pelo processo final que é a masterização.



3. Track Com Mix e Master

Música completa, pronta para ser distribuída para as plataformas, mixada e masterizada e 100% finalizada em todo o seu processo.



Legal demais, não acha?


Aqui na Brazilian Ghost você encontra os melhores produtores e engenheiros de áudio,

sempre preparados e capacitados para alcançar a qualidade que o mercado exige.


Clique aqui para saber mais sobre nossos serviços de pós-produção.

1,502 visualizações0 comentário

Leia mais artigos: